| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

JORNAL PÁGINA 1
Desde: 28/08/2003      Publicadas: 55      Atualização: 20/03/2006

Capa |  CIDADE  |  COMUNICAÇÃO  |  CRÍTICA DA CRÍTICA  |  CULTURAL  |  ECONOMIA  |  EDUCAÇÃO  |  ENTREVISTAS  |  ERMELINO MATARAZZO  |  ESPORTES  |  GUAIANASES  |  HISTÓRIA  |  INFORMÁTICA  |  ITAIM PAULISTA  |  ITAQUERA  |  PÁGINA 1  |  POLÍTICA  |  SÃO MIGUEL  |  ÚLTIMAS


 CULTURAL

  06/10/2004
  0 comentário(s)


Orquestra Sinfônica da BBC de Londres encerra temporada internacional 2004 na Sala São Paulo

A Orquestra Sinfônica da BBC de Londres encerra a temporada internacional 2004 na Sala São Paulo, nos dias 16 e 17 deste mês. Os concertos "Amarelo" e "Vermelho" terão a participação do solista Leonidas Kavakos e regência de Jukka-Pekka Saraste.

A Orquestra Sinfônica da BBC de Londres encerra a temporada internacional 2004 na Sala São Paulo, nos dias 16 e 17 deste mês. Os concertos "Amarelo" e "Vermelho" terão a participação do solista Leonidas Kavakos e regência de Jukka-Pekka Saraste.
Veja a seguir texto enviado pela Sociedade de Cultura Artística acerca desse encerramento de temporada:

TEMPORADA INTERNACIONAL 2004
ORQUESTRA SINFÔNICA DA BBC
Jukka-Pekka Saraste, Regência
Leonidas Kavakos – violinino solista
Sala São Paulo – 21 horas – 16 e 17 de outubro

Finalizaremos a Temporada Internacional 2004 em grande estilo, com os concertos da prestigiada Orquestra Sinfônica da BBC, que ao longo de seus mais de 70 anos de vida teve oportunidade de colaborar com importantes nomes da regência orquestral, como Antal Dorati, Pierre Boulez, Gennady Rozhdestvensky, Colin Davis e John Pritchard, e também com grandes compositores, como Bartók, Henze, Lutoslawski, Pärt, Prokofiev, Strauss e Stravinsky.

O compromisso da Sinfônica da BBC com a música escrita em nosso tempo permitiu-lhe estar à frente das primeiras audições mundiais de mais de 1.100 obras, diversas delas encomendadas pela BBC e que se tornaram clássicos da música sinfônica. Principal orquestra da BBC e uma das mais importantes do Reino Unido, ela é também a espinha dorsal do prestigioso festival London Proms, cujos concertos de abertura e de encerramento são, com freqüência, realizados pelo conjunto.

No início de sua Temporada 2002/2003, a Sinfônica da BBC anunciou a contratação do regente finlandês Jukka-Pekka Saraste para ocupar a posição de Regente Convidado Principal da Orquestra. Colaborador regular de alguns dos melhores conjuntos orquestrais do mundo, Jukka-Pekka Saraste é um regente brilhante e tem-se distinguido sobretudo pela versatilidade e pelo refinamento com que aborda seu extenso repertório. A seu convite, o jovem violinista grego Leonidas Kavakos será o grande solista das duas apresentações em SP. Um dos melhores de sua geração, despontou para o sucesso após vencer os renomados concursos de Sibelius em 1985 e Paganini em 1988. Estreou na Filarmônica de Berlim em 2003 e não mais parou.

Dia 16 de outubro - Lindberg – Es ist genug
Concertos Amarelos - Berg – Concerto para Violino solista : Leonidas Kavakos
Sala São Paulo - Bruckner – Sinfonia nº 9

Dia 17 de outubro - Nielsen – Abertura da ópera Maskarade
Concertos Vermelhos - Sibelius – Concerto para Violino solista : Leonidas Kavakos
Sala São Paulo - Tchaikovsky – Sinfonia nº 4


Preços : Setor 1 R$ 250,00 / Setor 2 R$ 200,00 / Setor 3 R$ 160,00 / Setor 4 R$ 130,00
Estudantes até 30 anos – R$ 10,00 – meia hora antes dos concertos.
Ingressos à venda na bilheteria do Teatro Cultura Artística à rua Nestor Pestana, 196.
Bilheteria e Televendas Cultura Artística: 3258.3344 das 12 às 19 horas de 2ª a sábado.
Domingo das 12 as 17 horas.

Patrocínio : BANCO SAFRA // BOVESPA // TELEFONICA // VOTORANTIM
Promoção: RÁRIO ELDORADO FM
Apoio Institucional: Prefeitura do Município de São Paulo – Lei 010923/90
Ministério da Cultura – Lei de Incentivo à Cultura
www.culturaartistica.com.br
Orquestra Sinfônica da BBC

Fundada por Adrian Boult em 1930, a Orquestra Sinfônica da BBC foi a primeira orquestra permanente da cidade de Londres, e desde a sua criação já teve em seu pódio, como convidados, grandes nomes da regência orquestral – Antal Dorati, Pierre Boulez, Gennady Rozhdestvensky, Sir Colin Davis e Sir John Pritchard, para nomear apenas alguns – e importantes compositores do século XX, dentre os quais Serguêi Prokofiev, Richard Strauss, Béla Bartók, Igor Stravinsky, Witold Lutoslawski e Hans Werner Henze, em programas que incluíam obras de sua autoria.

Ao longo de 74 anos de vida artística, a Sinfônica da BBC tem mantido estreito compromisso com a música do século XX, e também do século XXI, o que levou o conjunto a oferecer primeiras audições mundiais de mais de 1.000 obras, dezenas delas encomendadas pela própria BBC e das quais algumas se tornariam clássicos da música sinfônica. Dentre os compositores que tiveram obras suas estreadas pela Orquestra destacam-se Bartók, Britten, Hindemith, Holst, Stravinsky, Shostakovich e Vaughan Williams. Regular e anualmente, novas estréias têm sido comissionadas a criadores como Sally Beamish, Elliott Carter, H. K. Gruber, Robin Holloway, Magnus Lindberg, James MacMillan, Anthony Payne, Kaija Saariaho, David Sawer e Mark-Anthony Turnage, que entre os anos de 2000 e 2003 ocupou a posição de Compositor Associado da Sinfônica da BBC. Em junho de 2003, o compositor e regente norte-americano John Adams foi designado para ocupar a posição de Artista Associado da Sinfônica da BBC.

No outono europeu de 2000, a Orquestra abriu a Temporada Comemorativa de seu 70o Aniversário inaugurando o Barbican de Londres, um dos maiores centros multiartes da Europa, ocasião em que o maestro Leonard Slatkin assumiu o posto de Regente Titular da Sinfônica da BBC, em sucessão a Sir Andrew David, que se tornou Regente Honorário do conjunto. Desde o início da Temporada 2002/2003, o finlandês Jukka-Pekka Saraste passou a ocupar a posição de Regente Convidado Principal da Orquestra.

Além de ser o principal conjunto orquestral da BBC e uma das mais importantes orquestras do Reino Unido, a Sinfônica da BBC é também a espinha dorsal do London Proms – prestigiadíssimo festival internacional de música –, do qual participa realizando mais de uma dúzia de concertos a cada verão, inclusive os concertos de abertura e de encerramento do evento. A programação regular da Orquestra inclui também Temporadas Anuais no Barbican – de que fazem parte os January Composer Weekends, que abordam, a cada mês de janeiro, um compositor importante dos séculos XX ou XXI –, concertos em todo o Reino Unido, turnês internacionais, apresentações especiais para a televisão e gravações em estúdio, que geraram extensa e elogiada discografia, registrada para a BBC e para diversos selos comerciais. Todos os concertos da Sinfônica da BBC, na Grã-Bretanha ou em turnê, são difundidos pela BBC Radio 3 e podem ser ouvidos no website da rádio, http://www.bbc.co.uk/radio3.

As inúmeras turnês internacionais da Sinfônica da BBC levaram seus músicos a apresentar-se, freqüentemente por mais de uma vez, em diversas das melhores salas de música do mundo. A Orquestra é também presença constante em prestigiosos eventos internacionais da música erudita, como os Festivais de Aldeburgo, Edimburgo e Salzburgo.
fonte: http://www.bbc.co.uk/orchestras/so/pastpresent
(em dezembro de 2003 e setembro de 2004)


Jukka-Pekka Saraste
Regente

No início da Temporada 2002/2003, no Barbican de Londres, o finlandês Jukka-Pekka Saraste foi nomeado Regente Convidado Principal da Orquestra Sinfônica da BBC, após bem-sucedidas colaborações com o conjunto em diversas ocasiões. Companheiro de turma de Esa-Pekka Salonen e Osmo Vänskä na classe de regência orquestral de Jorma Panula, Saraste iniciou sua carreira como violinista da Orquestra Sinfônica da Rádio Finlandesa, de que se tornaria Regente Titular em 1987. Ao decidir trabalhar por algum tempo apenas como maestro free-lancer, despediu-se do cargo em 2002, mesmo ano em que deixou de ocupar o posto de Diretor Musical da Orquestra Sinfônica de Toronto, posição que assumira em 1994. No entanto, Jukka-Pekka Saraste continua a trabalhar como regente convidado de ambos conjuntos, o que o levou a ocupar o pódio da Sinfônica da Rádio Finlandesa em seus concertos Viena, quando maestro e orquestra apresentaram nessa cidade o ciclo completo das sinfonias de Sibelius.

Ainda como convidado, Saraste regeu, recentemente, a Sinfônica de Birmingham, a Filarmônica Tcheca, a Filarmônica de Oslo e a Filarmônica de Londres, e estreou à frente da Orquestra da Gewandhaus de Leipzig. No último verão europeu, retornou ao Festival de Ópera de Savonlinna, na Finlândia, para reger a obra Juha, de Aarre Merikanto (1893 –1958). Seus compromissos recentes e vindouros incluem apresentações com a Sinfônica de Viena, a Sinfônica NHK de Tóquio, a Filarmônica de Dresden, a Filarmônica de Londres, a Deutsches Symphonie-Orchester de Berlim, a Deutsche Kammerphilharmonie, a Orquestra de Câmara da Europa e a Orchestre de Paris.

Regente muito versátil, Jukka-Pekka Saraste oferece leituras e interpretações brilhantes tanto de Mozart como de obras do século XX e do início do século XXI. Nesse universo da música contemporânea, mantém longa e estreita parceria com os compositores finlandeses Saariaho, Lindberg e Salonen, e esteve à frente das primeiras audições mundiais de obras de destacados compositores de nosso tempo, como o Solo de Berio (com a Sinfônica da BBC, durante o Proms de 2000), a VIII Sinfonia de Henze (em sua última temporada como Diretor Musical da Sinfônica de Toronto) e a obra en sourdine, de Matthias Pintscher (com a SWR Stuttgart Orchester).

A discografia de Jukka-Pekka Saraste aborda diversas obras da passagem do século XX para o século XXI, bem como o repertório finlandês e escandinavo, clássico e contemporâneo. Dentre suas gravações, com a Sinfônica da Rádio Finlandesa, destacam-se os ciclos integrais das Sinfonias de Sibelius e Nielsen, obras de Kaija Saariaho e a ópera Os Ostrobotnianos, de Leevi Madetoja (1887 – 1947).
fontes: http://virtual.finland.fi/finfo/english/saraste.html http://www.bbc.co.uk/orchestras/so/whoswho/saraste.shtml
(em dezembro de 2003 e setembro de 2004)

Leonidas Kavakos
Violino Solista

Nascido na Grécia em 1967, Leonidas Kavakos, um dos melhores violinistas da sua geração, tocou pela primeira vez com a Filarmônica de Berlim em maio de 2003. Seu talento foi reconhecido bastante cedo, quando venceu o Concurso Sibelius de 1985. Três anos depois, sagrava-se vencedor do Concurso Paganini, a que se seguiriam convites para se apresentar em importantes festivais internacionais de música – como o BBC Proms, o Mostly Mozart Festival de Nova Iorque e os Festivais de Edimburgo, Ravinia e de Saratoga – e como solista de concerto ao lado de prestigiadas orquestras, como a London Symphony Orchestra, a Filarmônica de Los Angeles e as Orquestras de Cleveland e Filadélfia.

A Temporada de 2002/2003 representou um marco na carreira internacional de Leonidas Kavakos, pois além de sua estréia com a Filarmônica de Berlim, apresentou-se ainda ao lado de importantes conjuntos e maestros, como a Orquestra do Concertgebouw de Amsterdã (regência de David Robertson), a Orquestra da Filadélfia (regência de Sawallisch), a London Philharmonic Orchestra (Masur), a Orquestra do Maggio Musicale Fiorentino (Mehta), a Orquestra de Câmara da Europa (Manfred Honeck) e a Filarmônica de São Petersburgo (Valery Gergiev). Nessa mesma Temporada, o violinista participou também de turnês com a Filarmônica de Roterdã (novamente ao lado de Gergiev), com a Filarmônica de Hamburgo (Ingo Metzmacher) e com a London Symphony Orchestra (Yan Pascal Tortelier), e se apresentou no Festival de Salzburgo (com a Camerata de Salzburgo) e nos Festivais de Lucerna e Edimburgo (com a Gustav Mahler Jugendorchester, regência de Metzmacher).

Dentre os compromissos recentes e vindouros do violinista destacam-se apresentações com a London Philharmonic Orchestra (regência de Vladimir Jurowski), com a Camerata de Salzburgo (regência de Sir Roger Norrington), com as Filarmônicas de Munique (Metzmacher) e de Israel (Mehta), bem como novos concertos com a Filarmônica de Berlim (Rattle). Kavakos é também ativo camerista e autor de extensa, diversificada e premiada discografia.
Leonidas Kavakos se apresenta com o instrumento “Stradivarius Falmouth”, de 1692.
fonte: http://www.pr2classic.de/bio.cfm?LID=1&AID=23
  Autor:   SOCIEDADE DE CULTURA ARTÍSTICA


  Mais notícias da seção ATUALIDADES no caderno CULTURAL
21/05/2005 - ATUALIDADES - Desenho: uma forma de comunicação
O cartunista e ilustrador Altemar Domingos lança coluna no Página 1 a partir da edição de maio abordando o tema "O Desenho". Ele lançou em abril passado o seu livro Jaguara, Guerreira e Soberana, pela editora Via Lettera (128 páginas, R$ 46,00)....



Capa |  CIDADE  |  COMUNICAÇÃO  |  CRÍTICA DA CRÍTICA  |  CULTURAL  |  ECONOMIA  |  EDUCAÇÃO  |  ENTREVISTAS  |  ERMELINO MATARAZZO  |  ESPORTES  |  GUAIANASES  |  HISTÓRIA  |  INFORMÁTICA  |  ITAIM PAULISTA  |  ITAQUERA  |  PÁGINA 1  |  POLÍTICA  |  SÃO MIGUEL  |  ÚLTIMAS
Busca em

  
55 Notícias