| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

JORNAL PÁGINA 1
Desde: 28/08/2003      Publicadas: 55      Atualização: 20/03/2006

Capa |  CIDADE  |  COMUNICAÇÃO  |  CRÍTICA DA CRÍTICA  |  CULTURAL  |  ECONOMIA  |  EDUCAÇÃO  |  ENTREVISTAS  |  ERMELINO MATARAZZO  |  ESPORTES  |  GUAIANASES  |  HISTÓRIA  |  INFORMÁTICA  |  ITAIM PAULISTA  |  ITAQUERA  |  PÁGINA 1  |  POLÍTICA  |  SÃO MIGUEL  |  ÚLTIMAS


 CULTURAL

  08/04/2004
  2 comentário(s)


O mexe-mexe do dial das FMs da Grande São Paulo

O radialista Edmauro Souza Novaes, o Scott, apresenta um panorama do universo radiofônico de São Paulo

Esse é um breve relato da movimentação das emissoras FM no dial de São Paulo. Esta semana, a Anatel garantiu em reportagem da Folha de São Paulo que vai acabr com a farra das "rádios que andam", ou seja, que operam fora de suas áreas de concessão. Quem viver, verá.

1981

* A Rádio Difusora FM é lacrada em virtude da falência das emissoras da Rede Tupi em São Paulo. Os 98,5 MHz ficam vagos.

*Entra no ar a Rádio Universitária de Guarulhos em 104, 1 Mhz, com um sinal de pouca potência. Também entra no ar a Rádio Transcontinental da distante Mogi das Cruzes. Seu sinnal é fraco em SP.

1982

* Surge em Mogi das Cruzes a Rádio Metropolitana em 92,1 MHz, emissora líder da futura cadeia de rádio com o mesmo nome.

* A Rádio Cultura Fm de São Paulo que operava desde sua fundação em 88,9 MHz, muda-se para os 103, 3 MHz, frequência inicialmente destinada a Rádio Metropolitana de São Paulo.

*Com a mudança da Cultura para a nova frequência, a Metropolitana ocupa os 98, 5 da extinta Difusora.

* A Antena 1 FM, que operava em 94,5 MHz tem sua frequência mudada para 94,7 MHz, permanecendo lá até hoje.

* Entra em operação a Rádio Grande ABC FM 99.3 MHz, pertencente ao Diário do Grande ABC. A emissora possui antena e transmissores funcionando no município de concessão, Santo André.

1983

* Entra no ar a ABC FM Estéreo Ltda, a FM 97, Transmitindo de seus estúdios e no alto da Avenida Gilda, em Santo André. A rádio permaceceu lá por 11 anos até ser transferido para uma torre na Avenida Doutor Arnaldo, no Sumaré, SP

1984

* A Pool FM 89,1 MHz inicia suas transmissões em outubro deste ano. Apesar da concessão pertencer ao município de Osasco, a emissora emite os seus sinais de um prédio na Praça Osavaldo Cruz, na região da Avenida Paulista. Um ano depois ela é arrendada para o Sistema de Rádio Jornal do Brasil e receb o nome de 89 FM. O arrendamento dura até 1.997.

1985

* A Faculdade Anhembi Morumbi põe no ar seu canal universitário, a Rádio Brasil 2000 FM, com 5 KW de potência. Anos depois essa potência seria aumentada.

1987

* Tem início as transmissões da Alpha FM, em 101,7 MHz, que transmite da Avenida Paulista, apesar de sua concessão também ser de Osasco.

1988

*A Grande ABC FM muda-se de Santo André, vai para um prédio na região da Paulista, e receb o nome de Scalla FM.

1990

* As rádios Transcontinental, Metropolitana, ambas de Mogi das Cruzes e 105 FM, de Jundiaí, aumentam suas potências atingindo todos os pontos da capital e arredores.

1991

*A Musical 105, 9 FM, cuja concessão pertence à Itapecerica da Serra, começa a transmitir da região central da capital. No mesmo ano vai ao ar a Rádio Ômega, de Arujá, que opera da região da Paulista.

1993

* A Musical FM muda-se para os 105,7 MHz. AMetropolitana de Mogi das Cruzes e a Universitária de Guarulhos mudam-se para a Avenida Paulista. A Universitária muda o nome para Líder FM e a Metropolitana vira a 92 FM.

1994

* A FM 97 muda seus estúdios e transmissores de Santo André para a capital paulista.

1995

* Entra no ar a Pool FM em 95,2 MHz, cuja concessão é de Diadema. A emissora opera da Avenida Paulista e muda o nome, dois anos depois, para Nativa FM.

* O grupo que controla a Rede Metropolitana de Rádio perde o direito de uso dos 104, 1 MHz e muda a Líder FM para os 92,1 MHz, antigo canal de Mogi das Cruzes, que agora opera na capital paulista. Em 2.000 a emissora é vendida para a Igreja Universal do Reino de Deus. Nos 104, 1 MHz, surge a Mais FM, que posteriormente transforma-se na Tupi FM (rede CBS).

1996

* Outra concessão de Diadema, a SP 1 FM, inicia as transmissões de seu sinal a partir do prédio da Fundação Cásper Líbero, na Paulista. Pouco depois ela vira a Mix FM, operando em classe especial.

1999

* A rede CBS (Comunicações Brasil Sat) monta uma nova versão para a rádio Scalla FM, que fora vendida anos antes para a Igreja universal do Reino de Deus. A emissora passa a funcionar em 100,5. Depois muda para 102,1 MHz e novamente pra os 100,5. Em 2.001 pára de transmitir, ficando fora do ar até o momento. As dua freqüências em que operou pertenciam a municípios da Grande São Paulo.

* A Kiss FM entra no ar pela primeira vez em 100,5 MHz e fica no ar durante poucos meses. Dois anos depois, ele reaparece em 102,1 MHz.

2000

* Novas rádios no ar: 98 FM (98,1), que retransmite a programação da rede Som Zoom Sat de Fortaleza, e a Mundial FM (95,7 MHz), que retransmite o sinal da Mundial AM 660 KHz. Ambas são emissoras da rede CBS e têm suas concessões fora da capital paulista.

2001

A Kiss FM entra no ar de forma definitva em 102,1 MHz. A Scalla FM é reitrada do ar e no lugar entra a Difusora do Brasil FM, que por sua vez cede seu lugar para uma emissora especializada em forró (100, 5 MHz). A 98 FM rompe acordo com a rede Som Zoom Sat e passa a transmitir programação própria baseada em Moda de Viola.

2002

Após denúncia da 89 FM e Nativa FM, a Kiss FM e a Tupi FM são retiradas do ar, sob a alegação de que operam irregularmente na capital paulista. Dias depois as duas emissoras são reabertas.


Áreas de concessões das FMs que operam em São Paulo

Raio X das FMs Paulistanas - Emissoras autorizadas a operar na capital paulista
Emissora Freqüência Proprietário Concessão Estúdios Transmissores
Gazeta 88,1 MHz Fundação Cásper Líbero São Paulo Av. Paulista Av. Paulista
Nova Brasil FM 89,7 MHz Rede Central de Comunicação São Paulo Av. Paulista Paulista
CBN FM 90,5 MHz Rádio Excelsior Ltda São Paulo Santa Cecília Av. Paulista
Manchete FM 91,3 MHz Rádio Manchete Gospel São Paulo Sumaré Sumaré
Eldorado FM 92,9 MHz Rádio Eldorado FM São Paulo Aclimação Av. Paulista
USP FM 93,7 MHz Universidade de São Paulo São Paulo Campus da Usp Pico do Jaraguá
Antena 1 94,7 MHz Antena 1 Radiodifusão Ltda São Paulo Av. Paulista Av. Paulista
Band FM 96,1 MHz Rádio e Televisão Bandeirantes São Paulo Morumbi Av. Dr. Arnaldo
Sucesso FM 96,9 MHz Sompuro Radiodifusão Ltda São Paulo Av. Paulista Av. Paulista
Metropolitana 98,5 MHz Rádio Mensagem Ltda São Paulo Av. Paulista Av. Paulista
Transamérica 100,1 MHz Rádio Transamérica de S. Paulo Ltda São Paulo Alto da Lapa Alto da Lapa
Jovem Pan 2 100,9 MHz Rádio Panamericana S/A São Paulo Av. Paulista Av. Paulista
Imprensa FM 102,5 MHz Rádio Imprensa S/A São Paulo Pça Osvaldo Cruz Idem
Cultura FM 103,3 MHz Fundação Padre Anchieta São Paulo Água Branca Sumaré
Brasil 2000 107,3 MHz Fundação Brasil 2.000 São Paulo Vila Madalena Idem

Fonte: Anatel e as emissoras

Emissoras autorizadas a operar na Grande São Paulo
Nome Freqüencia Concessionário Área de Concessão Transmite a partir de
Sem informação 88,5 MHz Fundação Evangélica Trindade Jundiaí Jundiaí
Sem informação 88,5 MHz Concorrência 161/98 Mogi Das Cruzes Em licitação
89 FM 89,1 MHz Rede Autonomista de Rádio Osasco São Paulo
Não disponível 90,7 MHz Diário de Suzano Radiodifusão Ltda Salesópolis Não disponível
Bandeirantes FM 90,9 MHz Vip Rádio e Televisão Ltda Itanhaém Itanhaém
Não disponível 91,9 MHz Concorrência 161/98 Atibaia Em licitação
Emoção FM 92,1 MHz Rádio Metropolitana Paulista Ltda. Mogi das Cruzes São Paulo
Nativa FM 95,3 MHz Planalto FM Estéreo Ltda Diadema São Paulo
Mundial FM 95,7 MHz FM Mundial Ltda Jundiaí São Paulo
Delta FM 97,3 MHz Rádio Delta Ltda Atibaia São Paulo
Energia 97 97, 7 MHz ABC FM estéreo Ltda Santo André São Paulo
Aleluia FM 99,3 MHz Rádio 99 FM Estéreo Ltda Santo André São Paulo
Alvorada FM 99,7 MHz Rádio Alvorada FM Ltda Cubatão Cubatão
Alpha FM 101,7 MHz FM Stereo Som Especial Ltda Osasco São Paulo
Kiss FM 102,1 MHz Kiss Telecomunicações Ltda. Arujá São Paulo
Não disponível 102,9 MHz Em aberto Cubatão Não disponível
Serra do Mar FM 103,7 MHz Empresa de Comunicação Serra do Mar Cubatão Cubatão
Tupi FM 104,1 MHz Mais Comunicação Ltda Guarulhos São Paulo
Não disponível 104,3 MHz Rádio Santos Dumont Ltda Jundiaí Jundiaí
Transcontinental 104,7 MHz Rádio Transcontinental Ltda. Mogi das Cruzes Mogi das Cruzes
105 FM 105,1 MHz Rádio 105 FM Ltda Jundiaí Jundiaí
Musical Gospel 105,7 MHz Rádio Musical de São Paulo Itapecerica da Serra São Paulo
Mix FM 106,3 MHz Rádio SP 1 Ltda Diadema São Paulo
Ômega 106,9 MHz Ômega Radiodifusão Ltda Arujá São Paulo
Não disponível 107,1 MHz Fundação Padre Kolbe Atibaia Não disponível
Tropical 107,9 MHz Rádio Tropical Itapecerica da Serra Ltda. Itapecerica da Serra São Paulo



ANATEL REALIZA OPERAÇÃO PENTE-FINO NAS "RÁDIOS QUE ANDAM"

NOTA: O problema das "rádios que andam" teve origem num processo judicial da 89 FM contra a Kiss FM, numa concorrência desleal (a 89 FM havia perdido a liderança entre as rádios de rock depois que deturpou seu formato para os padrões do hit-parade). A 89 acusava a Kiss de instalação ilegal na capital paulista, e chegou a conseguir tirar a processada do ar durante alguns dias. No entanto, a própria 89 está em situação irregular, como outras rádios investigadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL). As AMs se encontram em situação menos grave, por ser menor a quantidade de emissoras envolvidas e tendo todas sido beneficiadas por portarias do Ministério, um fato irregular, mas brando se comparado com as liminares da justiça. (Alexandre Figueiredo)

LAURA MATTOS
Extraído do caderno Ilustrada, da Folha de São Paulo.
São Paulo, 20 de março de 2002.

A ANATEL iniciou na semana passada uma verdadeira operação pente-fino nas AMs e FMs que têm concessão na Grande São Paulo, interior ou litoral, e operam na capital.

Um relatório enviado à Folha pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) mostra que há 15 FMs e sete(*) AMs nessa situação (veja abaixo). A maioria teve a situação regularizada por um verdadeiro festival de portarias do Ministério das Comunicações. Outras estão operando apoiadas em liminares na Justiça.

Mas o fato de haver autorização - ou do Ministério ou judicial - para alterar o local da instalação da antena não significa, necessariamente, que as emissoras estejam funcionando regularmente.

Não é raro que as rádios usem uma potência acima da autorizada para serem ouvidas em um raio maior em São Paulo. Há ainda o artifício de colocar a antena na fronteira e aumentar a potência. Por isso, além das rádios de outras cidades, que têm o transmissor na capital, a Anatel checará as que estão fora, mas podem ser ouvidas em São Paulo.

É o caso, segundo o documento da ANATEL, da Mundial FM (95,7 mhz) e da 105 FM(105,1 mhz), de Jundiaí, da 98 FM / Rádio News (98,1 mhz), de Itatiba, da Nacional AM (920 khz), de Cotia, da Tupi AM (1330 khz) e da Nova Difusora (1540 khz), de Osasco (**).

A decisão de dar "uma geral" no dial de São Paulo foi tomada a partir de denúncias e da pressão de prefeituras das cidades de onda as rádios "migraram" para a capital. É o caso de Santa Isabel e Arujá, na Grande SP. Os prefeitos não têm entrado diretamente na Justiça, mas estão estimulando a abertura de ações populares.

As portarias do ministério salvaram a pele de vários donos de rádios até 1998. Foi quando o governo (federal) baixou um decreto proibindo que o local da emissora fosse diferente do de concessão.

A partir daí, só brigando na Justiça. Das quatro FMs que estão operando apoiadas em liminares, três (Kiss, Tupi e Apolo) são do grupo CBS (Comunicações Brasil Sat), de Paulo de Abreu.

A situação mais grave é a da Apolo (94,1 mhz). Segundo a ANATEL, a emissora não tem concessão para operar em lugar nenhum. A liminar foi concedida em 1997.

Do mesmo grupo, foi fechada na semana passada uma FM de Sorocaba que operava nos 100,5 mhz. Foi encontrada em São Roque e podia ser ouvida em São Paulo. A rádio, de forró, estava dando interferência na Jovem Pan (100,9 mhz) e na Transamérica (100,1 mhz), que fez a denúncia.





EMISSORAS NA MIRA DA ANATEL

FM

Emissora Local da concessão Localização da antena Situação
89 (89,1) Osasco Praça Osvaldo Cruz - São Paulo Regularizada por portaria
Bandeirantes (90,9) Itanhaém São Bernardo do Campo Regularizada por portaria
Apolo (94,1) Nenhuma Nenhuma Com liminar
Nativa (95,3) Diadema Av. Paulista - São Paulo Regularizada por portaria
Gospel (96,5) São José dos Campos Mogi das Cruzes Com liminar
Melodia (97,3) Atibaia Mairiporã Regularizada por portaria
Energia 97 (97,7) Santo André Av. Dr. Arnaldo - São Paulo Regularizada por portaria
Rede Aleluia de Rádio (99,3) Santo André Av. Paulista - São Paulo Regularizada por portaria
Alpha (101,7) Osasco Av. Paulista - São Paulo Regularizada por portaria
Kiss (102,1) Arujá Av. Paulista - São Paulo Com liminar
Tupi (104,1) Guarulhos Av. Paulista - São Paulo Com liminar
Musical (105,7) Itapecerica Av. Dr. Arnaldo - São Paulo Regularizada por portaria
Mix (106,3) Diadema R. da Consolação - São Paulo Regularizada por portaria
Ômega (106,9) Arujá Mogi das Cruzes Regularizada por portaria
Tropical Itapecerica da Serra R. Pedro Soares de Almeida, São Paulo Regularizada por portaria
AM

Emissora Local da concessão Localização da antena Situação
Bandeira Paulista (560) Santa Isabel Itaquaquecetuba Regularizada por portaria
650 (650) Santa Isabel Guarulhos Regularizada por portaria
Trianon (740) Santo André Jardim Peri, São Paulo Regularizada por portaria
Rádio News (1150) São Caetano do Sul Vila Guilherme, São Paulo Regularizada por portaria
Universo (1300) São Bernardo do Campo Jardim Iguatemi, São Paulo Regularizada por portaria
Atual (1370) Itapevi Bairro do Limão, São Paulo Regularizada por portaria
Padre Kolbe (1490) Mauá Santo André Regularizada por portaria



--------------------------------------------------------------------------------

OBSERVAÇÕES

(*) Talvez por erro de impressão, o texto creditou oito. Mas nós nos baseamos na tabela apresentada, que indicou apenas sete emissoras de Amplitude Modulada.

(**) Em 2001, também houve boatos de que a outorga da atual Rádio Bandeirantes 90,9 tenha surgido de uma FM da região de Santos, litoral paulista, uma antiga emissora pop que contratou a franquia da Rádio Bandeirantes AM (já transmitida na capital paulista nos 840 khz) para ingressá-la depois no modismo da "dupla transmissão" AM / FM. Em tempo, a Rádio Bandeirantes 90,9 FM sofre a interferência de duas rádios comunitárias, em regiões diferentes da Grande SP. Uma ironia para quem queria fazer pirataria retransmitindo uma emissora AM numa mesma região.





Edmauro Souza Novais
  Autor: SCOTT





Capa |  CIDADE  |  COMUNICAÇÃO  |  CRÍTICA DA CRÍTICA  |  CULTURAL  |  ECONOMIA  |  EDUCAÇÃO  |  ENTREVISTAS  |  ERMELINO MATARAZZO  |  ESPORTES  |  GUAIANASES  |  HISTÓRIA  |  INFORMÁTICA  |  ITAIM PAULISTA  |  ITAQUERA  |  PÁGINA 1  |  POLÍTICA  |  SÃO MIGUEL  |  ÚLTIMAS
Busca em

  
55 Notícias